Transforma

BLISS

Posted in 1 by transforma on Junho 18, 2010

Curadoria por Mala Kline (SL)
Residência de criação e performance


Criação e performance
Mala Kline(SL), Leja Jurišić(SL), Vania Rovisco(PT), Mike Winter(UK), Petra Veber (SL), Anna Nowicka(PO)

Duração
21 Junho a 5 Julho

Ensaio Aberto
4 Julho (Domingo), 21H (apresentação em Inglês)

Público Alvo
Maiores 6 anos

Local
Transforma, Praça Municipio 8, Torres Vedras

Organização
Criação e performance
Mala Kline(SL), Leja Jurišić(SL), Vania Rovisco(PT), Mike Winter(UK), Petra Veber (SL), Anna Nowicka(PO)

Duração
21 Junho a 5 Julho

Ensaio Aberto
4 Julho (Domingo), 21H (apresentação em Inglês)

Público Alvo
Maiores 6 anos

Local
Transforma

Co-produção
Bunker Ljubljana (SL), En-knap (SL), Kink- Pekinpah (SL), Ljudmila (SL), Maska (SL), Transforma (PT)

O projecto BLISS é um projecto em que cinco artistas já estabelecidos profissionalmente, de uma geração jovem na Europa que trabalha na àrea da dança, teatro, música, cinema e escrita/literatura, são convidados a colaborar numa criação de performance conduzindo-os a um novo nível de trabalho.
O projecto é por um lado  baseado na visão artística e ideias individuais de cada um, com a força de uma voz, e a singularidade e capacidade de criação de um artista entre os seus meios de comunicação. Por outro lado, este projecto também é baseado  na capacidade dos artistas entrarem activamente em diálogo entre si, de criarem uma ligação, comunicar, partilhar e trocar as suas ideias e visão artísticas, de partilhar a sua experiência tal como as suas estratégias criativas e metodologia enquanto artista individual.
BLISS é baseado na capacidade de criar pontes, de trabalhar em interacção próxima e em colaboração uns com os outros, negociando ideias como ‘autoria’ e ‘propriedade artística’, de forma a conceber um novo corpo de trabalho, que assegura um espaço heterogéneo para a co-existência de linguagens e visões artísticas diferentes. Como tal o projecto pretende criar um modelo artístico de criação e de produção que permita a diferença e a diversidade, que estruture as suas próprias regras de diálogo, de colaboração e troca, e que se reflecte continuamente de forma a manter fluência na dinâmica de auto-criação.
BLISS discute a questão da arte e do artista no mundo de hoje, onde o palco é definido como um espaço aberto de incerteza e de possibilidade.
________________________________________________________________________________________________

BLISS
Project curated by Mala Kline (SL)
Creation and performance residencie

Creation and performance
Mala Kline(SL), Leja Jurišić(SL), Vania Rovisco(PT), Mike Winter(UK), Petra Veber (SL), Anna Nowicka(PO)

Workshop Duration
21th June to 5th July

Open Rehearsal
4th July (Sunday), 21 pm (presentation in English)

Target Group
More than 6 year old

Local
Transforma, Praça Municipio 8, Torres Vedras

Organization
Transforma

Co-production
Co-Production: Bunker Ljubljana (SL), En-knap (SL), Kink- Pekinpah (SL), Ljudmila (SL), Maska (SL), Transforma (PT)

Project BLISS is set up as a process in which five already established artists from a younger generation from Europe working on the field of dance, theater, music, film and writing are invited to collaborate in a creation and performance of a new stage work. The project is on one hand based on the individual artistic vision and ideas, on the strength of a singular voice, and on the uniqueness and inventiveness of an individual artist within his/her media. On the other hand it is based on artist’s ability to actively enter the dialogue with others, to connect, communicate, share and exchange his/her artistic ideas and vision, experience given by cultural background as well as creative artistic strategies and methods of an individual artist. Furthermore it is based on an individual’s ability to ‘create bridges’ negotiating among others the ideas of authorship and ownership, in order to conceive a new body of work, that holds open a heterogeneous space for the co-existence of different languages and artistic visions. As such it strives to create an artistic model of creation and production that allows difference and diversity, that ‘sets up’ its own rules of dialogue, collaboration and exchange. Project BLISS addresses the question of art and an artist in today’s world, and the stage is defined as an open space of uncertainty and possibility.

ACONTECEU… SOFTWARE SIZANDRO

Posted in 1 by transforma on Junho 12, 2010

       

   

Créditos
Fotografia por Eliana Nicolau

SOFTWARE SIZANDRO

Posted in 1 by transforma on Junho 11, 2010

Tiago Pereira (PT)

Áudio, Vídeo e Performance

Local e Data

Transforma, 18 de Junho, 21H30

Destinatários

Todo o tipo de público

Organização

Teatro-Cine, em parceria com Transforma

Software Sisandro é um espectáculo que mistura técnicas de documentário com manipulação de áudio e vídeo em tempo real. Criado no âmbito do projecto Pró-­Memória, dirigido pelo realizador e visualista Tiago Pereira, pretende gerar uma sensibilização pedagógica para o registo documental do fundo cultural de uma região. O projecto incide em particular em tudo aquilo que podemos qualificar como património incorpóreo e imaterial, sto é, a tradição oral, na forma de lendas, contos, práticas rituais e paisagens sonoras. Tem por objectivo a produção de um obra artística híbrida, que trate estes documentos como elementos vivos, dispostos a serem manipulados e utilizados sem nunca perderem referência à sua origem. Software Sisandro tem como ponto de partida o Rio Sisandro, onde foram realizadas com os alunos várias recolhas da sua paisagem sonora e visual. Foram captados e posteriormente editados em estúdio sons e imagens de forma a obter-se várias amostras. Para além disso convidou-se uma performer natural de Torres Vedras, Diana Coelho, para improvisar a partir do mesmo tema. Estas a mostras serão manipuladas e misturadas num espectáculo em tempo real.

Tiago Pereira é realizador e visualista de reconhecido mérito, com uma linguagem própria na documentação, recolha, mistura de som e imagem animada. Os seus filmes são de origem transdisciplinar e remetem para manifestações de cultura imaterial que problematizam (pre)conceitos entre tradição e contemporaneidade. Recebeu prémios nacionais e internacionais pelos filmes 11 Burros Caem no  Estômago Vazio (Grande Prémio Tóbis, Doc Lisboa 2006 e Melhor Filme Etnográfico, Dialektus Festival, Budapeste/Hungria),  Sonotigadores de Tradições (Grande Prémio do Júri, Ovarvídeo 2003) e Quem Canta Seus Males Espanta (Melhor Realizador, Encontros de Cinema Documental da Malaposta,1998). Desde 2004 cria vídeo-­‐performances onde explora novos conceitos narrativos em tempo-real. ____________________________________________________________________________________________________

SOFTWARE SIZANDRO

Tiago Pereira (PT)

Audio, Video e Performance


Local and Date

Transforma, 18th June, 9h30pm

Target Group

All public

Organization

Teatro-Cine in partnership with Transforma


Software Sizandro is a show that mixes several techniques of documentary with audio and video manipulation in real time.  Created for the Pró-Memória project, directed by the director and visualist Tiago Pereira, aims to generate a pedagogical awareness for the documental register f the cultural  background of a region.  The project is about all the things that aren’t phisical or material, in shape of oral tradition such as legends, tales, rituals and soundscapes. The project aims the production of an hybrid artistic work, that handle these documents as living elements willing to be manipulated and used without loosing it’s original reference. Software Sisandro starts on Rio Sizandro, where were made collections of it’s visual and sound landscape with several students .  In studio several sounds and images were captured and edited and several samples made. Beyond that a performer from Torres Vedras, Diana Coelho, was invited to improvis from this theme. These samples will be manipulated and mixed in a real time show.


Tiago Pereira is an acknowledged director and visualist with a personal documentation language, collection, mixture of animated sounds and images. Tiago Pereira’s movies have a transdisciplinary origin that refers to a non material culture that problemizes (pre)conceptions betwees tradition and contemporary. He received national and international awards for the movies: «11 Burros Caem no Estômago Vazio»  (Great Award Tóbis, DocLisboa2006, and Best Ethnographic Film, Dialektus Festival, Budapest/Hungry), «Sonotigadores de Tradições» (Great Award of the Juri, Ovarvídeo 2003), and «Quem Canta Seus Males Espanta (Best Director, Meetings of Documentary Cinema of Malaposta, 1998). Since 2004 he creates video-performances where he explores new narrative concepts in real time.